Vidros e vidros: história, fabricação e diferenças

Muito presente nos dias de hoje, o vidro serve para fazer para-brisas, janelas, lentes, frascos, televisores, vidros para a engenharia civil, etc.

Embora seja algumas vezes substituído por plástico, o vidro ainda continua sendo o preferido por muitas pessoas e empresas. Todavia, poucos ainda sabem como o vidro é produzido.

E é sobre isso que iremos falar hoje. A história, fabricação, utilidades e algumas curiosidades sobre o vidro.

Origem do vidro no Brasil

Foi no período colonial que o vidro entrou em cena no Brasil. Os portugueses e os índios “estabeleceram” uma transação, chamado escambo. Nessa época os nativos trocavam a madeira do pau Brasil pelos objetos mágicos dos portugueses, o famoso espelho. Esse tipo de comercio foi ganhando forças no Brasil nos anos de 1549, onde os portugueses além de trocar bugigangas pelo pau-brasil, também trocavam pela força de trabalho dos índios.

VIDROS E VIDROS

A indústria vidraceira se iniciou com as invasões holandesas entre os anos de 1624 e 1635. Em Olinda foi montada a primeira oficina de vidro, onde se produziam janelas, copos e frascos. Porém, quando os holandeses saíram do Brasil, a fábrica foi fechada.

Um tempo depois, quando a família real chegou ao Brasil, foi que muita coisa começou a ser produzida. Em 1810, Francisco Ignácio da Siqueira Nobre pode inaugurar a primeira produtora vidreira no Brasil.

A Real Fábrica de Vidros, que ficava em Salvador, durou até 1825, e com a 1ª Exposição Nacional de Produtos Naturais e Industriais no ano de 1861, o vidro novamente entrou em cena. e foi apresentado em forma de garrafas, frascos e globos para lampiões.

Posteriormente, em 1882, surgiu a Fábrica Esbérald, segunda indústria brasileira de vidros. Em 1885, mais uma indústria de vidros surgiu, dessa vez em São Paulo. A Companhia Vidraria Santa Marina junto com a Fábrica Esbérald marcou o início do sucesso do vidro no País.

Como é feito o vidro

Vamos tentar imaginar a produção do vidro como fazer um bolo.

Primeiramente é necessário separar os ingredientes, que são: 70% de areia, 14% de sódio, 14% de cálcio e os outros 2% de componentes químicos. Depois disso acontece o processo de mistura. Logo após, a mistura é levada ao forno. Não tente fazer isso em fornos elétricos de casa, pois é necessário um forno industrial, que pode chegar a até 1500°C.

A mistura agora passa algumas horas dentro do forno, até que se funde e vira um material mais ou menos líquido e muito quente. Todo o processo de produção é feito por pessoas capacitadas e altamente treinadas para lidar com esse processo, uma vez que é muito perigoso.

Agora é hora de tirar essa mistura viscosa e dourada do forno. Ela irá escorrer por canaletas em direção a alguns moldes. O quanto de mistura irá em cada molde é definida de acordo com o tamanho do vidro que se quer produzir.

O primeiro molde onde a mistura passa serve somente para dar o contorno inicial ao objeto. Seu formato acaba deixando uma bolha de ar dentro da mistura que agora está a cerca de 1200°C.

Logo após, o objeto segue para o segundo e último molde. Também é inserido um tipo de canudo na bolha formada no processo anterior, que serve parar soprar o vidro. Então uma máquina injeta ar na bolha até que ela ganhar um contorno definido, como o de uma garrafa de vidro, por exemplo.

Agora a temperatura do vidro é de 600°C, e então ele começa a se enrijecer, até chegar ao ponto em que pode ser retirado do molde. Por fim o vidro é levado para resfriar, e depois disso já pode ser usado. Esse é resumidamente o processo de fabricação do vidro.

VIDROS E VIDROS

Mas e os vidros temperados?

Além desses processos descritos acima, o vidro temperado recebe um tratamento térmico. Esse tratamento serve para que sua resistência seja aumentada.

Temos um artigo mais completo e explicativo, onde você poderá entender tudo sobre esse tipo de vidro e definir se irá usá-lo em sua casa. Clique aqui para ler nosso artigo sobre o vidro temperado.

Você sabia???

estado físico do vidro quase ganhou uma condição única, chamada de vítreo. A controvérsia existe porque, embora pareça sólida, ele tem a estrutura molecular de um liquido. Alguns cientistas o classificam como “sólido amorfo”, ou seja, sem forma. Isso acontece devido à sua estrutura molecular. Enquanto os sólidos possuem uma estrutura regular definida, os líquidos apresentam uma estrutura irregular e se adequam ao formato da superfície onde estão. Já os sólidos amorfos, como o plástico e o próprio vidro, apresentam uma viscosidade muito elevada, o que pode causar alterações em suas formas, mas que são muito demoradas e não são visíveis a olho nu.

Vidros e vidros

VIDROS E VIDROS

Como você já deve ter percebido o vidro é de diferentes formas e está presente em diferentes lugares. Isso porque o vidro é transparente, inerte, duro e biologicamente inativo. Todas essas características foram definidas no processo de fabricação do vidro.

Além disso, possui também uma superfície lisa e impermeável, e por isso que o vidro ganhou tanto destaque como: copos, pratos, panelas, garrafas, frascos, que são algumas aplicações de uso doméstico do vidro.

Mas o que iremos dar destaque aqui é para a utilização do vidro na construção civil, seja para criar escada, corrimão, guarda corpo ou box, o vidro é um excelente material para incluir no seu projeto.

Além disso, você pode escolher entre seus diferentes modelos, como o vidro laminado, comum, liso, temperadorefletivo, por exemplo. Tudo depende da sua criatividade, pois o vidro pode trazer um novo conceito para o seu espaço e projeto; aumentando, diminuindo ou clareando o ambiente

E para fazer uma boa escolha, você pode contar com a ajuda da Vidraçaria Bom Pastor. Estamos preparados para te ajudar a escolher o tipo de vidro ideal para que seu projeto saia do papel. Não se esqueça de passar em nossa loja. Nosso compromisso é a sua satisfação.

VIDRO E SUSTENTABILIDADE

Sustentabilidade e reciclagem de vidro

Hoje vamos falar de um assunto diferente, mas muito necessário. A importância da sustentabilidade e reciclagem do vidro. Como o vidro é um material muito usado no dia a dia é importante que seja descartado de maneira correta. Ele passa por um processo de reciclagem onde é totalmente reaproveitado. E a melhor parte é que mesmo sendo reciclado, o vidro não perde suas características e qualidades.

Vamos conversar sobre sustentabilidade e reciclagem?

Desenvolvimento sustentável significa suprir as necessidades do presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem as próprias necessidades”. Ser sustentável nada mais é do que ter responsabilidade com os recursos naturais, e não consumi-los sem pensar no amanhã.

Usar vidro na construção civil é uma medida sustentável e pode trazer novas possibilidades, idéias e oportunidades. Ele gera um grande benefício ambiental, social e econômico. Nos dias de hoje, com o aumento da preocupação com o meio ambiente, o uso de vidro de forma incorreta gera grandes impactos ambientais.

Foi então que o vidro começou a ser usado de forma funcional, para aumentar a entrada de luz natural no ambiente e diminuir gastos com energia. E foi essa eficiência que o fez ter grande importância para obras que buscam uma certificação com selos verde.

Além de preocupação com a sustentabilidade, é necessário também falarmos da reciclagem de vidro, uma vez que esse material é 100 % reciclável, e também pode ser usado como decoração, porta coisas e organizadores.

Vidro é sim um material ecológico e sustentável

O processo de produção do vidro também está muito preocupado com a sustentabilidade e reciclagem. Esse processo busca uma  geração de energia limpa, diminuindo o uso de gases que podem agravar o efeito estufa. Todavia, a melhor característica do vidro é poder ser 100% reciclado.

Como exemplo, com dois quilos de cacos de vidro é possível fazer dois quilos de vidro novo. Legal demais, né? E ele pode ser infinitamente reciclado, sem perder qualidade ou pureza durante o processo.

Também existem modelos especiais de vidro, como o vidro de proteção solar. Esse tipo de vidro colabora ainda mais com a sustentabilidade, uma vez que reduzem o calor no ambiente. Com isso a conta de energia também é reduzida, porque com menos calor, o uso de ar condicionado também será reduzido. Além disso, vidros com proteção solar também barram quase 100% dos raios UV. Por essa razão indicamos que você invista nesse tipo de vidro, uma vez que ele possui tantas vantagens.

Além disso, a fabricação de um novo vidro usando cacos de outro vidro ajuda a reduzir a temperatura para fundir a massa, assim, a quantidade de energia e água utilizadas no processo é menor.

A retirada de matéria prima para fazer o vidro também é menor quando se utiliza cacos.

Outra curiosidade sobre o processo de fabricação de vidro é que a energia usada vem do gás natural. Esse tipo de energia foi escolhida, pois é menos poluente. No Brasil, cerca de 1/4 da matéria usada para produzir vidro é proveniente de cacos reciclados. E a cada 10% de caco de vidro utilizado na mistura, cerca de 4% de energia e 9,5% de água são economizadas.

Como reciclar vidro?

Vidros, garrafas, copos, cerâmicas, pires. Esses são alguns dos utensílios de vidro que podem ser reciclados.

O processo de reciclagem conta com 6 passos:

Primeiro os vidros usados são coletados e separados por cor: verde, marrom e transparente. Essa separação garante uma melhor qualidade aos materiais que serão produzidos. Após a seleção o material passa por uma limpeza para retirar todas as substâncias que não são vidro; tampas, rótulos e plástico, por exemplo.

Posteriormente o vidro é mandado pára uma esteira e novamente é retirado as substâncias que sobraram sem ser o próprio vidro.

Depois desse processo de limpeza e separação o vidro reciclável vai para um triturador,  assim ele se transforma em cacos homogêneos.

E em outra triagem, novamente é retirado qualquer objeto que não seja vidro.

Depois desse processo os cacos vão para a indústria vidraceira, que é a responsável por transformar os cacos em novos objetos de vidro.

Como você deve imaginar o vidro não é biodegradável, então, se não reciclado ele fica na natureza por milhares de anos. Por isso é tão importante fazer o descarte de maneira correta e criar responsabilidade sobre o assunto de sustentabilidade e reciclagem.

Também existem jeitos diferentes de reaproveitar objetos de vidro.

Não precisa ser nenhum mestre em artesanato para conseguir reutilizar e dar estilo a um frasco de vidro ou criar mosaicos com pedaços de vidro colorido. Além de ser uma opção barata de decoração, também ajuda o meio ambiente.

Então use e abuse da criatividade e crie novos jeitos de reutilizar e criar objetos de decoração.

E mais uma coisa, deixe aí nos comentários se querem um artigo só dando idéias de como reutilizar e reciclar objetos de vidro. Até a próxima.

Fonte: www.abravidro.org.br

VIDRO TEMPERADO

Vidro Temperado: entenda um pouco mais

O vidro foi se tornando um material absurdamente versátil. E cada tipo de vidro possuí características próprias, definidas no processo de fabricação, como por exemplo o vidro temperado. Esse tipo de vidro acaba sendo usando em diferentes projetos, por diversas indústrias e em diferentes modelos. Hoje em dia o mercado de vidros é extremamente amplo, contando com vidros comuns, temperados e laminados, por exemplo.

Hoje vou falar um pouco mais sobre o vidro temperado e como ele é fabricado. O vidro temperado é cinco vezes mais resistente a choques térmicos e mecânicos que um vidro comum, uma vez que ele tem suas características modificadas.

Como é feito o vidro temperado?

Como tinha dito, o vidro temperado tem suas características mudadas durante sua fabricação. E isso acontece devido a um tratamento térmico de tempera, que consiste em um aquecimento gradativo e depois em um resfriamento brusco. Um pouco confuso né? Calma, vou explicar melhor.

Acontece assim, um vidro comum é cortado como uma lâmina e colocado em um forno. Dentro desse forno acontece a transformação. As lâminas são aquecidas a uma alta temperatura de moldagem, que pode chegar a até 700ºC. Logo após essas lâminas são resfriadas bruscamente. Esse processo é irreversível e impossível que se corte o vidro temperado depois disso. Quando o vidro temperado se quebra, seus pedaços são bem menores e pouco cortantes. Por essa razão é um vidro durável e seguro.

Diferenças entre vidro temperado, comum e laminado.

O vidro comum é a base para criação de outros tipos de vidros. Ele é transparente, duro, impermeável e bem liso. Esse tipo de vidro não possui uma boa resistência mecânica. Além disso, também é muito mais frágil e quebradiço que outros modelos de vidro.

Já o vidro laminado é composto por duas ou mais placas de vidro comum. Essas placas são unidas por camadas intermediárias de Polivinil Butiral (PVB). Além de aumentar a resistência a impactos, essa película de PVB ajuda a filtrar em até 99,6% os raios ultravioletas e também diminuir ruídos externos. Por isso são muitas vezes utilizados em lugares com risco de quedas, como vitrines e fachadas de prédios.

Assim sendo é considerado um vidro de segurança, pois como eu disse anteriormente, o vidro temperado é até cinco vezes mais resistente a choques térmicos e mecânicos que um vidro comum.  Devido a essas características ele possui uma menor probabilidade de quebra, além da segurança, quando utilizado em janelas e portas. O vidro temperado também garante uma maior iluminação natural ao ambiente.

Aplicações do Vidro Temperado

É muito recomendável usar esse tipo de vidro nas laterais e traseiras de veículos, ele é mais seguro, principalmente em caso de quebra. Quando o vidro temperado se quebra os pedaços são menores, arredondado e pouco cortantes, proporcionando assim maior segurança. Mas não é só em carros que ele é utilizado.

Além de ser usado em carro, o vidro também está presente na construção civil e em decorações. Os vidros temperados são muito usados em box de banheiro, fachadas de lojas, portas e janelas em residências e edifícios. Mas é importante lembrar que não é possível cortar vidro temperado.Então, ele sempre é moldado com dimensões e furos exatos antes de ser temperado.

Então se atente, sempre compre produto de confiança, com qualidade e garantia. A Vidraçaria Bom Pastor tem profissionais capacitados e vidros de excelente qualidade. Somos a opção correta e segura para você cliente. Passe na nossa loja e solicite seu orçamento. Nosso compromisso é a sua satisfação.

Fonte: www.blindex.com.br

Guarda corpo: conheça um pouco mais

O Guarda Corpo é muito utilizado para segurança em diversos lugares, como mezaninos, sacadas, varandas, corredores, piscinas, etc. Ele impede que aconteça acidentes nesses ambientes. Todavia essa não é sua única função. Ele também auxilia na decoração dos ambientes. Por isso é importante escolher um modelo que harmonize com o espaço todo.

O que é e qual a importância do Guarda Corpo?

Como disse, é uma estrutura utilizada para dar segurança em diversos tipos de ambientes. Ele pode ser feito em diversos materiais, como por exemplo, vidro, madeira, ferro e alumínio. Mas o modelo ideal depende de todo o seu projeto e de como cada material irá harmonizar com ele.

Espaços elevados, como escadas, sacadas, passarelas apresentam alto risco de acidentes, e por isso é tão importante utilizar guarda corpo. Eles impedem que animais, adultos e crianças acabem se acidentando em tarefas básicas do dia. Mas é importante que as normas de segurança e de instalação sejam seguidas, como ser instalado na altura ideal, por exemplo.

Altura padrão de guarda corpo

A altura mínima para a instalação do guarda corpo é de 1,10 cm acima do chão. Mas essa não é a única preocupação que se deve ter ao escolher o modelo para o seu projeto. Acima de tudo, é necessário contratar um profissional para fazer a instalação. Além da altura ideal, a  ancoragem do guarda corpo também devem seguir normas para que a fixação e o desempenho sejam seguros. Por isso, a vidraçaria Bom Pastor trabalha com profissionais capacitados para fazer a instalação de guarda corpo de vidro em seus projetos. Procure nossa loja e não terá que lidar com problemas futuros relacionados ao seu Guarda Corpo.

Modelos de Guarda Corpo

GUARDA CORPO

Mesmo que sua principal função seja a segurança, existe diversos modelos e materiais que podem ser usados nos guardas corpos. O que acaba tornando a escolha uma tarefa um pouco mais difícil. Mas é muito importante conseguir harmonizar o modelo escolhido com o restante da decoração do ambiente. Por isso, irei apresentar os principais modelos de guarda corpo para te ajudar na hora de escolher seu modelo ideal.

Ferro

Na maioria das vezes esse modelo é utilizado em sacadas e passarelas. Principalmente por conseguirem integrar ambientes diferentes, uma vez que o guarda corpo de ferro permite a passagem de luz e circulação de ar.

Já outros modelos de guarda corpo de ferro podem ser utilizados em ambientes internos com um estilo mais retrô e clássico. O ferro fundido, por exemplo, possui formas sofisticadas que ajudam a transformar o ambiente e o deixa mais sofisticado.

Madeira

Esse é um modelo que é muito versátil e por isso pode ser usado em diversos estilos de ambientes. Também pode ser utilizado tanto em áreas internas como em áreas externas. Mas na maioria das vezes é usado para ambientes rústicos ou com estilo intimista. Todavia, o guarda corpo de madeira quando colocado com uma decoração moderna é perfeito para dar um toque de aconchego ao cômodo.

Alumínio

Diferentemente do de ferro, o guarda corpo de alumínio tem um toque de leveza e modernidade. Por ser um material bem mais flexível, podem ser encontrados modelos com designe bem arrojados e diferentes uns dos outros. Além disso, o guarda corpo de alumínio também pode ter cores diferentes, e isso o torna ainda mais flexível para conseguir combinar com diversos projetos.

Vidro

Esse não poderia ficar de fora. Uma versão de guarda corpo mais clean, leve e moderno. Esse modelo e pode ser combinado com outros materiais, como madeira, alumínio e ferro, por exemplo. Além disso, o vidro ajuda a ampliar espaços pequenos e é usado em varandas, halls de escada e mezaninos. É o modelo mais seguro, pois pode ser feito com vidros especiais, como blindex e vidros temperados. A Vidraçaria Bom Pastor possui profissionais capacitados para fazer a instalação de maneira correta, além de trabalhar com vidros de excelente qualidade. Não deixe de passar na nossa loja para solicitar seu orçamento. Nosso compromisso é a sua satisfação.

Fonte: www.decorfacil.com

pele de vidro

Pele de vidro e suas vantagens na construção

Pele de vidro é um modelo de aplicação de fachada de vidro em prédios, residências e empresas. Sua aplicação é indicada para projetos de médio e grande porte, uma vez que o acabamento é mais luxuoso e bonito para essas obras. Além disso, deixa a fachada com um aspecto mais limpo e leve. Uma vez que toda a parte estrutural do projeto é envidraçada.

Instalação da pele de vidro

Para fixar o vidro é utilizada fita dupla-face de alta resistência. Por meio dessa aplicação, toda a estrutura do projeto fica oculta, deixando a fachada totalmente envidraçada. Os vidros variam de acordo com suas cores, capacidade de refletir e espessura. Além disso, a pele de vidro também é classificada de acordo com seu tipo de instalação.

Stick ou Grid

Este tipo de montagem é feita totalmente no canteiro de obras. Primeiramente é montada a base de montagem de alumínio, e em seguida é feito a colagem e fixação dos vidros nessa estrutura.

Unitizado

Esse tipo de montagem é feita diretamente na fábrica. O modelo chega na obra pronto para ser instalado com ajuda de ferramentas e guindaste.

Híbrido

Esse modelo de instalação é uma mistura dos dois descritos acima. Ou seja, em determinada parte da obra é utilizado o tipo Stick, e em outra é necessário utilizar o tipo Unitizado.

 

A escolha pelos vidros especiais e pelo modelo de instalação deve atender a necessidade de cada projeto, como a luminosidade, segurança e estética por exemplo. No Brasil o modelo de instalação mais utilizado é o Unitizado, principalmente em edifícios corporativos.

Vantagens do uso de pele de vidropele de vidro

Agora que você já aprendeu mais sobre a pele de vidro, é hora de conhecer as vantagens de colocá-la em sua obra.

Isolamento térmico

A pele de vidro “envelopa” toda a fachada do prédio, protegendo assim o interior da construção. Assim sendo, o ambiente interno passa a ser mais aconchegante e confortável, seja no frio, seja no calor. E, além disso, o isolamento protege contra os raios ultravioletas no ambiente.

Estética

Com toda certeza a fachada de vidro deixa qualquer prédio ainda mais bonito. O vidro deixa a edificação com um caráter mais moderno e clean. Se o seu projeto é uma construção corporativa, a pele de vidro é uma excelente opção para a fachada.

Isolamento acústico

Além de ser um isolante térmico, a pele de vidro também ajudam a isolar ruídos externos. É ainda mais utilizado em empresas e grandes centros, localizados em regiões mais barulhentas.

Economia de energia

Por ser um isolante térmico, o uso de pele de vidros especiais ajuda a economizar muito no consumo de energia. Seja no uso de aquecedores ou ares condicionadores, seja por utilizar menos iluminação artificial, uma vez que você aproveita a luz ambiente.

Dispensa o uso de cortinas

No caso de vidros refletivos e fumê, a entrada de luz pela pele de vidro é controlada, e consequentemente não é necessário o uso de cortinas no ambiente.

Segurança

A pele de vidro traz mais segurança para o ambiente. Uma vez que, como já disse anteriormente, ela proporciona um “envelopamento” da construção. Assim, a entrada para roubos é bem mais inacessível. Além disso, quando usamos vidros temperados nas nossas fachadas, elas ficam mais resistentes a choques mecânicos. Recomendamos o uso de Vidro Blindex +Segurança.

Selo de sustentabilidade

Esse é um ponto muito importante para empresas que procurar receber selos de certificação de sustentabilidade. Uma vez que uma das vantagens do uso da pele de vidro, como apresentado anteriormente, é a economia de energia. Isso pode ajudar até em estratégias de marketing onde pode ser divulgada a preocupação ambiental que a empresa tem.

pele de vidro

Mas nem tudo é só vantagens, existe alguns pequenos pontos negativos no uso desses vidros especiais. Como o custo e a dificuldade de encontrar profissionais especializados. Mas, a Vidraçaria Bom Pastor está totalmente pronta para lhe atender em qualquer projeto, contando com profissionais especializados e com um preço que cabe no seu bolso. Não deixe de passar na nossa loja para solicitar seu orçamento. Nosso compromisso é a sua satisfação.

Fonte: www.casaecontrucao.org

 

Box de Vidro

Box de vidro: saiba como escolher o seu!

Um item muito relevante para qualquer casa é o Box de Vidro para banheiro. Ele impede que o banheiro todo fique encharcado após o banho, além de proporcionar conforto e deixar o cômodo muito mais estiloso. O mercado atual disponibiliza boxes de materiais diferentes, como por exemplo acrílico, PVC e vidro. Esse último é um dos mais utilizados, pois ele atende a NBR 14.207/2009. Esta norma especifica os requisitos mínimos de segurança para materiais utilizados no projeto e na instalação de box de banheiro fabricados a partir de painéis de vidro usados em apartamentos, casas, hotéis e residências.

Além disso, o uso Box de Vidro se destaca por possuir uma manutenção simples, diferentes estilos e uma estética moderna. Também podemos escolher entre vários modelos de acabamento do box que combine com toda a estética do banheiro. E em meio a infinitas opções, fica ainda mais difícil escolher o tipo, modelo, cor e acabamento para colocar no seu banheiro. E é por isso que vamos explicar a seguir. Quais são os tipos e em quais projetos eles se adaptam melhor.

Tipos de Vidros

A primeira coisa que você deve escolher é o tipo de vidro que irá usar em seu projeto. Os três mais indicados são

  • Vidro Temperado Blindex®: esse tipo de vidro é submetido a um forte aquecimento e depois é rapidamente resfriado durante seu processo de produção. Isso é o que o torna mais resistente a choques térmicos e mecânicos. Assim, o seu consumidor tem mais segurança, uma vez que quando o vidro temperado quebra seus estilhaços são pequenos e menos cortantes que os de vidros comuns. Você pode encontrar esse tipo de vidro na Vidraçaria Bom Pastor.
  • Vidro Blindex +Segurança: além das características citadas acima, esse tipo de vidro possui uma película exclusiva. Essa película faz com que os cacos de vidro fiquem colados quando se quebram. Você pode solicitar essa película de blindex durante a compra do seu vidro.

  • Vidro Laminado: esse tipo de vidro é composto por duas ou mais placas de vidro. Elas são unidas por camadas intermediárias de PVB(polivinil butiral), que também “seguram” os estilhaços de vidro quando ele quebra. E é isso que os faz ser muito resistente a impactos. Outra vantagem desse tipo de vidro para Box é que ele pode ser fornecido em diversas cores. Você também consegue encontrar esse modelo de vidro na Vidraçaria Bom Pastor.

Cor do Box de vidro

Após escolher o tipo de vidro você irá utilizar no seu box, você deve escolher entre as cores disponíveis Para escolher a cor ideal para seu banheiro leve em consideração o tamanho e a estética do seu banheiro . As mais usadas são o vidro incolor, verde, bronze, fosco e fumê.

  • Incolor: é com certeza um dos mais utilizados. Ele é ideal para banheiros pequenos. Isso porque a sua transparência ajuda a ampliar o espaço e prova a impressão que o banheiro é bem maior.
  • Verde: essa coloração é geralmente usada em banheiros médios para grandes, principalmente ao redor de banheiras. É importante se atentar a estética total do seu banheiro antes de escolher esse modelo, para que tudo fique combinando.
  • Bronze: Essa cor deixa o banheiro muito elegante, todavia não é indicado para qualquer banheiro. Quem tem banheiro pequeno não deve optar por essa coloração, uma vez que ela dá a impressão de reduzir ainda mais o espaço.
  • Fosco: outro modelo muito utilizado é o Box de Vidro fosco. Isso acontece porque a característica opaca do vidro gera uma sensação de maior privacidade na hora do banho, além de dar um charme a mais no banheiro. Também é conhecido como box de vidro jateado, que apresenta diferentes texturas e opacidade ao vidro.
  • Fumê: Assim como o bronze, essa coloração não é indicada para banheiros pequenos. O tom escuro confere um ar de maior sofisticação ao banheiro e deve ser usada em banheiros mais espaçosos, assim como o bronze.

Sistema de abertura

Agora que você já escolheu o seu tipo de vidro e qual cor irá combinar mais com a estética do seu banheiro, é hora de escolher o sistema de aberturo do seu Box de vidro. Os mais utilizados são o pivotante, de giro e de correr.

O de correr é o mais indicado para banheiros pequenos, pois ocupam uma área menor e libera mais espaço durante o banho. O sistema de correr é composto por roldanas encaixadas dentro de barras que são instaladas no piso e na parte superior do produto. Você também pode escolher se elas ficaram a amostra ou não, de acordo com a estética do ambiente.

O modelo pivotante também é uma boa alternativa para áreas pequenas,uma vez que parte da porta é projetada para fora e gira em torno de um eixo. E por último, temos também o modelo de giro. Eles costumam abrir em direção ao chuveiro e por isso devem ser usados quando existe uma área livre entre a porta e o chuveiro de pelo menos 20 centímetros.

Outra opção é escolher o Box de vidro fixo sem porta. E por isso esse tipo de box deve ser usado em banheiros maiores, com pelo 1,40m de largura. Ele é uma mureta ao lado do chuveiro e que deixa um vão livre apenas para a passagem. Essa opção é bem mais econômica e deixa um visual bem leve.

Você também pode escolher diversos tipos de acabamentos que combinem melhor com a estética do seu banheiro. Passe na Vidraçaria Bom Pastor e faça seu orçamento sem compromisso. Aproveite para conhecer melhor nossos produtos e serviços. Nosso compromisso é a sua satisfação.

Fonte: www.delas.ig.com.br

 

Vidros especiais na arquitetura moderna

O uso de vidros especiais está cada dia mais presente na arquitetura moderna. Seja na janela, em Box, na fachada de vidro ou guarda corpo. Além de ser sofisticado e muito elegante, ainda ajuda a melhorar a iluminação de determinados ambientes. Existem invenções tecnológicas que melhoram e muito a qualidade e os benefícios proporcionados pelos vidros especiais. Como por exemplo, os vidros Blindex, laminados e refletivos, que são encontrados na vidraçaria Bom Pastor. Assim, ele pode estar presente em projetos que usem a sua transparência total ou vidros com uma maior opacidade, podendo proporcionar proteção térmica, a luz, absorção de raios infravermelhos, dentre outros.

Vantagens do uso de vidros especiais

vidros especiais

Todos esses tipos de vidros especiais você pode encontrar na Vidraçaria Bom Pastor. Como somos um distribuidor autorizado, oferecemos tudo em Blindex com serviço de excelente qualidade e inovação. E como você deve imaginar o uso de vidros blindex possui muitas vantagens.

  • Optar por divisórias de vidros ajudam muito a valorizar o ambiente, além de proporcionar uma sensação de amplitude ao cômodo. Elas podem ser fixas, articuláveis ou retráteis, isso depende do espaço que você tem e qual o efeito que pretende gerar ao ambiente.
  • Quando você opta por paredes de vidros ou janelas grandes a incidência de luz natural no cômodo é bem maior. Assim é reduzido consideravelmente o custo com energia elétrica.
  • O vidro temperado tem grande resistência a impactos externos, como ataques de assaltantes, brinquedos e ventos fortes. Vale à pena gastar um pouquinho mais quando o assunto é segurança, não é mesmo?
  • Alguns modelos de vidros laminados possuem filtro contra radiações Além disso, os vidros refletivos também ajudam no controle eficiente da intensidade de luz e do calor nos ambientes internos.
  • Além disso, os vidros laminados quando colocado em varandas ajudam a reduzir os barulhos externos, como carros de som, pessoas e ônibus. Essa poluição sonora traz varias complicações para nosso dia, como por exemplo: falta de concentração, estresse e ate cansaço. Então vale muito a pena investir em sacadas com vidros blindex.

Em resumo, como você pode perceber usar vidros blindex só traz benefícios para sua vida. Ainda mais quando você escolhe um distribuidor autorizado com profissionais qualificados e muita história sem deixar de lado a modernidade. Não deixe de passar na vidraçaria Bom Pastor e solicitar seu orçamento.  Nosso compromisso é a sua satisfação.

vidros especiais

Fonte: www.setorvidreiro.com.br

Box Blindex Slim. Até o orçamento vai ficar uma beleza

O Box Blindex Slim é a evolução do box de acrílico com uma grande diferença: a qualidade e a segurança Blindex – maior fabricante do Brasil de Box de vidro temperado para banheiros.

Agora além do box Blindex Classic frontal, de canto, sobre banheira e Open, temos mais uma opção: Bom Blindex Slim.

  • Deslisa sem sair dos trilhos.
  • Fácil de limpar.
  • Leve, pratico e seguro.
  • 4 opções de cores para vidro 4 mm temperado Blindex : verde, incolor, cinza e bronze.
  • 3 opções de acabamento: alumínio, preto e bronze.
  • Totalmente encaixilhado.
  • A porta não emperra.
  • Fácil e rápida istalação.
  • Altura: 1,85m

Exija a marca Blindex® gravada no vidro.

BLINDSCREEN

Blindscreen é o vidro serigrafado da Blindex, que permite criar novas soluções estéticas para fachada e interior dos edifícios. Trata-se de um vidro float, que recebe em sua superfície uma camada de esmalte cerâmico, sendo posteriormente temperado, proporcionando resistência e durabilidade da camada serigrafada. Além do aspecto estético, a relação entre as áreas transparentes e cobertas pelo desenho resulta em diferentes níveis de sombreamento e transmissão de luz o que torna o Blindscreen também eficiente ara a função de controle solar.

Vantagens

  • controle da transmissão de luz e calor
  • privacidade
  • efeito estético
  • flexibilidade ao projeto arquitetônico
  • caracteriza-se por ser um vidro de segurança
  • pode ser utilizado interna ou externamente
  • durabilidade da camada serigrafada

Cores

tinta cerâmica branca ou preta, sobre vidro float incolor, verde, cinza ou bronze

 

*FOTO ILUSTRATIVA*

Suncool

Suncool é o vidro refletivo de alta performance da Blindex, projetado para reduzir significativamente a passagem de calor proveniente da radiação solar para o interior da edificação. Suncool é produzidos por processo de metalização a vácuo, que assegura elevada homogeneidade da camada refletida e coeficientes de sombreamento extremamente baixos, proporcionando maior conforto ambiental e reduzido os gastos provenientes dos sistemas de refrigeração. As cores por reflexão são pratas, verde, cinza bronze, azul e dourado.

Vantagens:

  • excelente desempenho para controle solar;
  • homogeneidade de opções em termos de transmissão e reflexão luminosa;
  • variedades de cores.